Publicidade

Fiador: o que é e qual a função e a importância?

O fiador é um dos meio mais comuns para a comprovação de garantia na hora de alugar um imóvel. Entenda mais sobre ele aqui e qual é o seu papel:

Por:

Publicidade

Já passou pela experiência de buscar um empréstimo ou mesmo a locação de um imóvel e precisou apresentar um fiador?

A instituição financeira ou a imobiliária podem solicitar uma pessoa para assegurar o processo.

Por isso, hoje vou trazer para você algumas informações sobre o fiador e como arrumar um para aluguel. Vem comigo?

Qual o papel do fiador?

Sem rodeios e indo direto ao ponto.

Essa pessoa é uma garantia para o credor de que a dívida será paga.

Por conta disso, pode ser exigido durante a solicitação de empréstimos.

Inclusive atuando como um agente acelerador para a liberação de crédito.

E a locação de imóveis.

Caso aconteça algum eventual imprevisto.

E dessa forma, o real devedor não possa arcar com o pagamento da dívida feita.

Essa pessoa, pode ser acionada judicialmente para pagar.

Nesse caso, a pessoa é responsável inclusive pelo pagamento da dívida corrigida com juros.

Para que você possa visualizar o que estou dizendo, imagina a seguinte situação: você acaba de fazer a locação de um imóvel e não consegue pagar o aluguel porque perdeu o emprego.

O credor, no caso a imobiliária, pode acionar o fiador para que ele assuma a responsabilidade pelo pagamento do aluguel devido e a vencer, caso você permaneça na casa pelo tempo de contrato.

Quais são os tipos conhecidos?

Apesar de ser resumidamente uma garantia para o credor que não ficará no prejuízo, caso aconteça algum imprevisto, existe dois tipos diferentes de fiador.

Fiador subsidiário.

Essa forma é a mais utilizada nos processos de locação de imóveis.

De fato, consiste em uma pessoa que pode ser acionada para o pagamento da dívida após a utilização do requerido bem descrito em contrato.

No caso do exemplo dado acima, temos a modalidade subsidiário.

Uma vez que ele é acionado após o vencimento do aluguel do imóvel que você já utilizou.

Fiador solidário.

Essa modalidade não é muito comum.

Consequentemente não é muito utilizada.

Nela, o fiador pode ser acionado para assumir a dívida a qualquer momento.

Assim que a mesma é contraída e o contratante tenha ficado inadimplente.

Para quem está buscando encontrar um fiador, mas está com dificuldades, pode recorrer ao caução que é uma forma de substituição do fiador.

O caução consiste no pagamento de até três alugueis que são um tipo de reserva para o caso de inadimplência.

O caução, caso o inquilino não tenha sido inadimplente, deve ser devolvido ao final do contrato.

Não tenho caução, como arrumar um fiador para aluguel?

Nem todos nós temos o valor de três meses de aluguel para dar de caução a uma imobiliária e assim sendo é preciso que você apresente um fiador.

Mas afinal, como arrumar um fiador para aluguel?

Não é uma tarefa tão fácil, uma vez que é fundamental uma relação de confiança entre as partes.

E não posso mentir para você, encontrar um fiador pode ser bem difícil mesmo em uma relação de confiança, porque não podemos esquecer que a pessoa está assumindo eventualmente uma dívida por nós.

Quem se voluntariaria para algo desse tipo sem nenhum benefício em troca?

Ser um fiador de alguém envolve muita confiança e muita responsabilidade.

É preciso que você tenha um bom argumento para quando for conversar com as pessoas que você pensou em pedir esse favor.

Lembre-se que o processo de ser o fiador de alguém envolve uma série de responsabilidades.

Por isso, você conseguirá mais facilmente um fiador entre familiares e amigos íntimos.

Uma dica que eu costumo dar para quem está buscando um fiador, é traçar uma relação das pessoas mais íntimas e próximas com as quais você seria um fiador.

Assim sendo, você tem uma lista de pessoas que você tem uma relação de confiança.

Com essa relação em mãos, é hora de conversar com seu possível futuro fiador.

Seja sincero quanto a essa conversa, é preciso que haja essa relação de confiança e verdade entre vocês.

Caso haja uma certa resistência, apresente provas que comprovem e atestem que você possui todos os requisitos para arcar com o aluguel e que realmente precisa da locação do imóvel.

Apresentar garantias de que o acordo será cumprido, pode facilitar bastante a obtenção de um.

Diferenças entre avalista e fiador

Algumas pessoas acabam me questionando sobre a diferença entre fiador e avalista.

De fato, dá para confundir um e outro.

Mas com essa explicação que preparei, você nunca mais vai errar.

O fiador é responsável por todas as cláusulas do contrato.

Isso caso o inquilino não possa arcar.

Nesse caso ele deve pagar todos os encargos envolvidos com o atraso da dívida, como, por exemplo, juros e correção monetária.

E claro, o valor da própria dívida em si.

No caso do avalista, o mesmo fica responsável pelo pagamento exclusivo do valor devido, dispensando os juros e correções quanto ao atraso do pagamento.

Gostou de saber mais sobre o papel do fiador?

Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

Por Rafael Mansberger – Especialista em crédito – @rafaelmansberger – E-mail: [email protected]

Recomenda

Últimas