Publicidade

Renda variável: tudo o que você precisa saber!

A Renda Variável é uma opção de investimento disponível no mercado que ainda é pouco explorada. Conheça mais sobre as características desse tipo de investimento:

Por:

renda variável
Fonte: Google
Publicidade

As opções de investimento de renda variável acabam atraindo e da mesma forma afastando pessoas do setor de investimentos.

Isso acontece porque embora tenha uma rentabilidade atrativa, os riscos envolvidos podem acabar assustando.

Vamos entender hoje como funciona mais detalhadamente essa possibilidade de investimento?

Não posso negar que os investimentos de renda variável não são muito comuns, e digamos, preferidos de quem está começando a investir e também pudera, pode levar a perdas significativas de patrimônio.

Mas com boas escolhas e com atenção ao mercado, essa opção de investimento se torna bem interessante por conta de sua elevada rentabilidade.

Se você até então sempre teve medo de optar pelo investimento de renda variável, não se preocupe, você não está sozinho.

Cerca de apenas um por cento de toda a população brasileira investe nessa opção de renda.

Conhecendo o investimento de renda variável

Assim como o nome nos exemplifica, os fundos de investimento de renda variável não possuem uma rentabilidade possível de ser pré-determinada, ou seja, você sabe quanto está investindo, mas não sabe exatamente qual será o retorno dos seus investimentos.

Com os investimentos de renda variável é possível estabelecer o quanto o seu dinheiro vai render.

Ao contrário dos investimentos de renda fixa que você também já viu aqui, você não tem a segurança quanto a rentabilidade.

O quanto o seu fundo vai render depende de uma série de fatores como cenário econômico e ainda o setor de atuação da instituição responsável pelo título.

Como uma desvantagem a alta rentabilidade dessa opção de investimento tem um cenário que muda muito rapidamente.

Assim sendo, os títulos que você tem hoje, podem não ser assim tão apreciados em um curto período de tempo.

Ou seja, o seu valor de mercado cai e sobe muito rapidamente.

Se você quer ter uma boa rentabilidade com seus investimentos por meio da renda variável deve assumir o risco que está envolvido nesse tipo de operação.

O que são os títulos de renda variável?

Quando falamos de renda variável, o tipo de investimento mais comum é sem dúvida alguma o mercado de ações.

Por meio do mercado de ações, o investidor compra uma ação, que é em termos práticos uma parcela pequena (a depender do número de ações adquiridas) da referida empresa ou instituição que a está comercializando.

Você encontra atualmente ações das mais diversas instituições.

Desde grandes corporações a pequenos grupos empresariais.

Grande corporações entretanto, possuem ações mais caras no mercado.

E por falarmos sobre valor das ações, quando você compra uma ação de uma determinada empresa, ou instituição e essa respectiva empresa ou instituição se desenvolve e cresce, há uma valorização de seus ativos e suas ações.

Dessa forma, você terá um retorno maior quando for vender as ações que adquiriu.

O que pode acontecer, que acaba preocupando grande parte dos investidores em relação aos fundos de renda variável é com o tempo as ações terem seu valor de mercado em decréscimo.

Ou seja, você acabará vendendo-as mais barato do que adquiriu, o que gera perda de capital.

Apesar do mercado de ações ser o mais influente e conhecido quando o assunto é investimento de renda variável há uma vasta gama de opções.

As quais você pode se aventurar e investir.

Um exemplo que pode ser atrativo para você, é o investimento por meio do mercado de commodities e câmbio.

Vale a pena investir em investimentos de renda variável?

Está na dúvida se os fundos de renda variável podem ser uma opção para você?

Para determinar se vale a pena investir na renda variável é preciso que você pese algumas características e tenha em mente o cenário econômico do presente momento.

Por exemplo, se você quer um retorno em médio prazo, não adianta investir em fundos de renda variável de instituições que estão em recessão hoje.

Bom, não podemos ignorar que o cenário econômico é bem dinâmico, o que faz com que os rendimentos destes fundos sofram variações imprevisíveis.

Apesar disso, podem ser, a depender das suas escolhas uma opção de investimento com bom retorno no médio e longo prazo.

Muitos investidores tem se arriscado quanto a essa modalidade de investimento.

Isso porque a taxa de juros que determina grande parte dos investimentos de renda fixa apresentou queda.

Com a baixa dos rendimentos destes investimentos, muito tem se falado sobre investir em renda variável.

Que não é um bicho de sete cabeças quanto pode parecer em um primeiro momento.

Para que você possa investir em fundos de investimento de renda variável é preciso que você tenha antes de mais nada, a certeza de que quer correr o risco desse tipo de investimento.

Mas como visto até aqui, apesar dos riscos ele não deve ser um fator a te impedir de investir.

Oscilações de mercado ocorrem e da mesma forma que você pode perder com uma ação, pode ganhar muito bem com outra.

Gostou de saber mais sobre a renda variável?

Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

Por Rafael Mansberger – Especialista em crédito – @rafaelmansberger – E-mail: [email protected]

Recomenda

Últimas