Publicidade

Tipos de financiamento: quais são os mais comuns?

O financiamento se tornou cada vez mais comum por facilitar a compra de bens de valor mais elevado. Acompanhe quais são os mais utilizados!

Por:

Publicidade

tipos de financiamento

Você sabe o que é um financiamento?

Esse modalidade de compra se tornou muito popular nos últimos anos, sobretudo, por possibilitar a compra de bens de elevado valor, como a casa própria para pessoas de menor renda.

Mas você sabia que existem tipos de financiamento diferentes?

Por isso e igualmente por ser extremamente popular, é importantíssimo que você tenha cuidado antes de contratar um financiamento para você.

Pensando nisso, resolvi trazer os principais tipos de financiamento e suas características para que você saiba bem o que considerar antes de escolher um ideal para você.

O meu principal objetivo aqui é te mostrar os riscos envolvidos nessa forma de crédito.

Antes de partimos para os tipos de financiamento que você pode encontrar vamos entender como ele funciona, o que é e para que serve.

A modalidade de compra por financiamento

O financiamento ocorre quando um indivíduo decide fazer a compra de um bem sobre o qual não possui o valor total para sua aquisição.

Nesse caso, ele solicita junto a uma instituição de crédito ou financeira, o valor para a compra e em troca assume o compromisso de pagar o valor corrigido com juros e outros encargos ao longo do tempo de contrato.

Com isso, o banco ou a instituição de crédito paga o valor do bem ao seu vendedor e você como titular do financiamento assume as parcelas mensais as quais estão atrelados juros e outros tributos relacionados a operação.

A principal função do financiamento sem dúvida alguma é possibilitar a aquisição de bens de elevado valor sobre o qual não se tem todo o montante para a compra.

Atualmente os bens que estão passíveis de serem financiados e são comumente muito financiados temos os carros, os imóveis e os maquinários (para o caso de alguém que está tentando criar a sua própria fábrica).

Qual a diferença entre um financiamento e um empréstimo?

Essa é uma dúvida muito pertinente e a principal diferença entre ambos é que no caso do financiamento quem recebe o valor solicitado não é o seu solicitante e sim o vendedor do bem que se espera adquirir.

No caso do empréstimo o titular responsável pelo seu pagamento é quem o recebe.

De fato, no financiamento o bem é comprado pelo banco ou instituição de crédito.

E o mesmo permite que você faça o pagamento para ele em um número muito maior de parcelas que devem ser mensalmente pagas por você.

Tipos de financiamento mais comuns

Os tipos de financiamento existentes no Brasil são muitos e dos mais diversos.

Por isso, para não termos uma lista pra lá de enorme resolvi trazer apenas os mais comuns para você, bem como suas características.

Financiamento de imóvel: o financiamento de imóvel, também chamado de financiamento imobiliário é aquele no qual você financia uma parte do valor total de compra da casa dos seus sonhos e o banco o paga.

A diferença deve ser coberta por você.

O que acontece nessa modalidade de financiamento é que a grande maioria das instituições financeiras atuais permitem o financiamento de até oitenta a noventa por cento do valor total do imóvel.

A diferença deve ser dada pelo comprador.

Quanto a valor dado pelo banco, ele deve ser pago acrescido de juros e outros encargos mensalmente.

Financiamento para veículos: funciona basicamente como o primeiro.

A sua única diferença é que ao invés da compra da casa, você realiza a compra do seu carro.

Você escolhe o carro que atende as suas necessidades e solicita o financiamento.

Após todas as etapas de análise e liberação, o banco paga a compra do bem e você paga o banco com juros e encargos tributários.

Assim como no caso anterior pode ser que a instituição não cubra o valor total do veículo e nesse caso você deve se responsabilizar pela diferença.

Financiamento estudantil e Finame

Financiamento estudantil: essa modalidade de financiamento acabou se tornando muito popular pelo Fies criado pelo Governo Federal.

Mas o fato é que instituições financeiras e mesmo faculdades podem apresentar essa modalidade de financiamento que acaba ajudando estudantes que desejam fazer a graduação em instituições privadas.

Nesse tipo de financiamento a instituição financeira fica responsável pelo pagamento das mensalidades.

O que costuma ser feito de maneira semestral e ao final do curso.

Dessa forma, o estudante deve realizar o pagamento do valor inicialmente pago com correção de juros e outras possíveis taxas.

No caso do Fies temos uma das menos taxas, taxa essa que pode ficar em torno de seis por cento ao ano.

Finame: não é uma modalidade de financiamento muito comum, mas pode ser utilizada por você.

É um financiamento que veio com o objetivo de fomentar a compra de veículos, equipamentos e maquinário nacional.

Há três opções de Finame, um para o investimento na compra de maquinário.

Outro para a produção do maquinário e dos equipamentos posteriormente comercializados.

E o terceiro que se destina a modernização dos equipamentos e máquinas utilizadas.

Gostou de saber mais sobre os tipos de financiamento?

Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

Por Rafael Mansberger – Especialista em crédito – @rafaelmansberger – E-mail: [email protected]

Recomenda

Últimas