Publicidade

Passo a Passo Para Criar um Orçamento Familiar (ATUALIZADO)

Saber como organizar o orçamento familiar é essencial para quem quer manter as finanças da família em dia e não entrar no vermelho. Se ligue nesse artigo!

Por:

Como organizar o orçamento familiar - Guiabolso
Fonte: Google
Publicidade

Ter um orçamento familiar é essencial para gerir com eficiência sua vida financeira.

É com o auxilio dessa ferramenta que você poderá ter o controle dos seus gastos e planejar seus investimentos para garantir um futuro confortável para toda a sua família.

Sabendo da importância que um orçamento familiar tem nós trouxemos um passo-a-passo simples e eficiente para que você comece o seu ainda hoje.

Pegue lápis e papel e comece agora mesmo.

1. Identificar entradas para um orçamento familiar preciso

Para criar um orçamento é extremamente necessário saber quanto você tem para gastar, por isso faça agora mesmo uma lista de todas as fontes de renda da sua família e some-as.

É importante também separar essas entradas em fixas e variáveis para saber qual o valor aproximando com o qual você pode contar todos os meses.

2. Identificar saídas

Agora é hora de anotar suas despesas.

Elas também devem ser divididas em fixas e variáveis, mas além disso é interessante classifica-las por áreas da vida, como alimentação, moradia, serviços etc.

Isso irá te ajudar a ter uma visão mais completa de para onde está indo seu dinheiro e como você poderia melhor aproveitá-lo.

3. Analise os seus gastos

Com entradas e saídas listadas é necessário sentar e analisa-las.

Se optar por utilizar um aplicativo para acompanhar seus gastos, o que é altamente recomendado, você terá gráficos que mostram visualmente de forma clara e simples quais categorias te consomem mais recursos.

Você pode acabar notando que boa parte do seu dinheiro está sendo utilizado para pagar dívidas ou em happy hours.

De qualquer forma, essa é a hora de chamar toda a família para participar.

Juntos, façam outra lista com gastos que vocês consideram dispensáveis e aqueles que vocês gostariam de adicionar.

Com essa lista em mãos vamos ao próximo item.

4. Faça ajustes para um orçamento familiar eficiente

Hora de colocar os pés no chão e arrumar a casa.

Para te ajudar passaremos a proporção ideal de gastos para o seu salário.

Pense nessas proporções não como uma regra, mas como um guia capaz de te ensinar a ter um bom relacionamento com seu dinheiro.

Seus gastos essenciais, com moradia e alimentação, não devem passar de 60% do seu salário.

Os outros 40% devem ser divididos em 30% para investimentos, comece com aplicações seguras que possam ser retiradas a qualquer momento até ter pelo menos seis vezes o valor dos seus gastos essenciais guardado em uma reserva de emergência e em seguida diversifique investimentos.

Os outros 10% são seus. Não que os outros não fossem, mas com esses você pode fazer o que quiser.

Comprar alguma coisa ou fazer uma viajem ou curso. É você que decide.

Caso note que seus gastos essenciais ultrapassam esses 60% considere gerar renda extra ou diminuir seu padrão de vida.

Não abra mão da parcela de investimentos, pois é ela que vai garantir que você não passe por dificuldades no futuro e nem dos 10% de diversão, pois não vale a pena viver se sacrificando o tempo inteiro.

Por Rafael Mansberger – Especialista em crédito – @rafaelmansberger – E-mail: [email protected]

Recomenda

Últimas