Publicidade

Equilíbrio financeiro: o que isso significa na prática?

Existem inúmeras maneiras de avaliar a saúde financeira do seu negócio. Um dos principais e mais conhecidos é o ponto de equilíbrio financeiro! Entenda mais sobre ele aqui:

Por:

Publicidade

Se você é empreendedor, já deve ter se deparado algumas vezes com a expressão Break even point ou Ponto de Equilíbrio Financeiro em tradução literal.

Mas o que de fato isso significa e qual a sua importância? Vamos descobrir?

Entendendo o que significa o Ponto de Equilíbrio Financeiro

Todo empreendedor ou empresário gostaria de saber exatamente quando o seu empreendimento ou negócio vai começar a lucrar.

Para determinar esse momento é preciso calcular o seu Ponto de Equilíbrio Financeiro, ou seja, Break even point ou PEF.

Quando o seu negócio atinge o Ponto de Equilíbrio Financeiro é quando os seus gastos e suas despensas realmente estão em equilíbrio.

Em outras palavras o que entra e o que sai do seu empreendimento está em comunhão.

Com a determinação do Ponto de Equilíbrio, o empreender consegue determinar igualmente qual deve ser o volume de suas vendas para que possa ter lucro, tendo a sua entrada de dinheiro superior aos gastos fixos e variáveis do negócio.

Em termos práticos a resposta para o que é o Ponto de Equilíbrio é simples e resulta de uma paridade de valores entre as despesas e os rendimentos em um mesmo período.

Funções de calcular o Ponto de Equilíbrio

É preciso que o seu volume de vendas atinja os gastos com a manutenção do negócio e com isso você terá uma liquidação dos gastos e o lucro zero.

Com a avaliação de qual o Ponto de Equilíbrio Financeiro do seu negócio, você pode avaliar qual deve ser o montante de vendas para que além de cobrir os seus gastos você apresente saldo que será a lucratividade do seu empreendimento.

Essa é uma das mais importantes funções de saber o Ponto de Equilíbrio.

Você sabe quanto precisa atingir em vendas para começar a ter lucros?

Outra função de saber o seu Ponto de Equilíbrio é contar com uma boa ferramenta para auxiliá-lo na precificação dos seus produtos.

Muitos empreendedores cometem um erro crucial na questão do Ponto de Equilíbrio ao querer estabelecer, com base nos dados de outras empresas, se o seu Ponto de Equilíbrio está elevado ou baixo.

Essa comparação só pode ser feita quando comparamos empresas do mesmo segmento e com as mesmas características.

Calculando o Ponto de Equilíbrio Financeiro do meu negócio

Quer saber como calcular o seu Ponto de Equilíbrio? Vamos lá.

De fato, a fórmula para o cálculo do Ponto de Equilíbrio Financeiro é seguinte: PEF = despesas fixas do empreendimento – despesas que não saem do caixa dividido pela margem de contribuição.

Calma que eu vou te explicar certinho.

As despesas que não saem do seu caixa são aquelas despesas que alteram a sua lucratividade, mas que não são necessariamente gastos que você desembolsa como, por exemplo, a depreciação do produto.

Agora vamos ver um exemplo prático dessa matemática.

Ponto de Equilíbrio Financeiro exemplificado

Suponhamos que você planeje vender mil unidades de um determinado produto que tem custo de produção no valor de vinte reais, como custo fixo.

Como custo variável possui um valor em torno de quinze reais.

A unidade está sendo comercializada em cinquenta reais.

A margem de contribuição desse produto é de quinze reais.

A margem de contribuição é basicamente o que sobra entre o valor necessário para produção do produto entre os gastos fixos e variáveis e o valor de comercialização.

Nesse caso a margem de contribuição em porcentagem corresponde a trinta por cento do valor final do seu produto.

Temos a seguinte conta: seis mil (que corresponde as despesas fixas que você tem para manter o empreendimento) menos a depreciação dos ativos do seu negócio que aqui supomos que fique em torno de mil e quinhentos reais, dividido pela margem de contribuição de trinta por cento.

Assim sendo, ponto de Equilíbrio Financeiro: 6000 – 1500/0,3 = 15000

O Ponto de Equilíbrio Financeiro do seu empreendimento é de quinze mil reais.

Ao atingir quinze mil reais em vendas o seu negócio estará com lucratividade nula, ou seja, você pagará todas as suas contas e não terá rendimentos, mas também não estará no negativo.

Para chegar a quinze mil reais em vendas de um produto comercializado no valor de cinquenta reais a unidade é preciso vender trezentas unidades.

Resumão do que você precisa saber sobre o Ponto de Equilíbrio Financeiro

De fato, o Ponto de Equilíbrio Financeiro é uma ferramenta importantíssima para todo e qualquer empreendedor para saber a partir de qual momento o seu negócio passará a apresentar lucratividade.

Ele, em si, é o momento em que temos as despesas, em outras palavras, o que você gasta para manter o negócio e produzir os seus produtos com o mesmo valor que os rendimentos que você tem, ou seja, quanto você está ganhando com as suas vendas.

Além de auxiliar na determinação do período em que você passará a ter lucros com o seu negócio, o Ponto de Equilíbrio Financeiro pode ser uma ferramenta interessante na etapa de precificação. De fato, isso pode ser um desafio para muitos empreendedores.

Gostou de saber mais sobre o equilíbrio financeiro?

Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

Por Rafael Mansberger – Especialista em crédito – @rafaelmansberger – E-mail: [email protected]

Recomenda

Últimas