Publicidade

O Que é Brexit e Como Ela Pode Afetar a Nossa Economia?

Veja o que muda nas relações entre a UE e o Reino Unido!

Por:

Sector Watch: How to hedge against Brexit | Investment Executive
Fonte: Google
Publicidade

Vamos falar sobre um tema pouco conhecido, o Brexit, embora muitas pessoas não façam a mínima ideia do que se trata ele tem a sua importância.

A saída da Inglaterra da União Europeia, ficou conhecido como Brexit (Britain + Exit), o nome além de não conhecido como já disse, pode parecer um tanto estranho para alguns, mas vamos explicar do que se trata ao longo desse artigo.

O fato se deu por meio da convocação de um plebiscito popular, no qual mais da metade dos cidadãos britânicos foram às urnas, e optaram pela saída do país do bloco econômico mais importante do mundo.

E depois de explicado tudo isso, muitos querem saber como o Brexit afeta o Brasil, e se haverá consequências negativas para nossa nação em se tratando da parte econômica que é tão importante.

Para responder esse questionamento e preocupação por parte dos brasileiros, escrevemos o post de hoje.

Se quer saber mais sobre como ficará a situação econômica do Brasil com o Brexit, leia até o final!

A saída da Inglaterra da União Europeia afetará a economia brasileira?

E a resposta é sim, apesar de a Inglaterra não ser um parceiro comercial e econômico de muita influência para o nosso Brasil, representando muito pouco quando o assunto são as exportações brasileiras, o Brexit enfraquecerá o bloco europeu.

E nesse ponto que nosso país pode ser prejudicado, isso porque as exportações brasileiras que têm como destino os países do bloco europeu, ficariam comprometidas.

Com o desequilíbrio causado pela saída da Inglaterra, algumas negociações podem ser prejudicadas ou até mesmo finalizadas.

E o resultado disso não será nem um pouco positivo para o nosso país.

Em outro ponto, os governos de países sul-americanos pertencentes ao Mercosul, e europeus negociam um acordo de livre comércio entre os dois blocos, o que facilitaria as relações comerciais entre os países membros.

Caso a União Europeia tenha suas estruturas muito abaladas pela saída da Inglaterra, as negociações podem estacionar ou simplesmente não valerem mais a pena, já que grandes investidores veem com incerteza a continuidade do bloco europeu.

Por outro lado, todas as empresas brasileiras que já possuem negócios na Europa terão que fazer acordos e negociações diretamente com o governo britânico, caso desejem atuar na Inglaterra.

Nesses casos, o impacto será positivo, com as parcerias serão fechadas de país para país, e não de país para um conjunto de países, as empresas brasileiras terão maior poder de negociação, podendo conseguir acordos lucrativos.

Entendeu um pouco melhor sobre o tema?

Se quer saber mais sobre esses e muitos outros assuntos, não deixe de ler nossos conteúdos e compartilhar!

Por Rafael Mansberger – Especialista em crédito – @rafaelmansberger – E-mail: [email protected]

Recomenda

Últimas