Publicidade

Financiamento imobiliário Itaú: conheça as regras

Você sabe como funciona a aprovação de crédito imobiliário no Itaú e quais são as suas regras? O sonho da casa própria está se tornando cada vez mais possível!

Por:

Publicidade

financiamento imobiliário Itaú

Se você está pensando em comprar a casa própria, deve saber que o financiamento acaba sendo uma das melhores opções desde que você escolha uma boa instituição para realizá-lo.

Hoje resolvi apresentar as regras do financiamento imobiliário Itaú, que pode ser uma boa opção para sair do aluguel e conquistar o sonho da casa própria.

Financiamento imobiliário torna possível o sonho da casa própria

O financiamento imobiliário é o que transforma o sonho da casa própria em realidade.

Em termos práticos o financiamento consiste na compra de um bem com recursos de terceiro, nesse caso, o recurso é do banco responsável pela aprovação do financiamento.

Com o financiamento do imóvel, o proprietário ou a imobiliária que está realizando a venda, recebe o valor a vista pelo banco e você paga para a instituição mensalmente as parcelas do seu financiamento, que corresponde ao valor solicitado dividido pelo tempo de pagamento acrescido da taxa de juros e da contratação do seguro.

A compra de imóveis está associada à contratação de dois seguros. São eles: o MIP (Morte e Invalidez Permanente) e o DFI (Danos Físicos ao Imóvel).

Agora que você já tem uma ideia de como funciona o financiamento na prática, vamos conhecer as regras do financiamento imobiliário pelo Itaú?

A instituição assim como outras do mercado financeiro apresentam esse serviço ao cliente que pode solicitá-lo mediante o cumprimento dos pré-requisitos necessários para sua solicitação.

Itaú financiamento imobiliário: qual o valor do imóvel?

O Itaú financiamento imobiliário não possui valor máximo do imóvel para que o mesmo possa ser financiado, mas o valor mínimo é de cento e trinta e quatro mil reais.

Imóveis abaixo deste valor não podem ser financiados pela instituição.

Se você está agora se perguntando sobre qual o valor máximo que pode ser financiado, o financiamento imobiliário Itaú permite que você financie até oitenta e dois por cento do valor total do imóvel.

Se fizéssemos uma simulação do financiamento imobiliário Itaú de um imóvel no valor de duzentos mil reais, você poderia financiar até cento e sessenta e quadro mil.

De fato, a diferença deve ser coberta por você, não podendo ser financiada, e nesse caso pode representar a entrada da sua aquisição

Taxa financiamento imobiliário Itaú

Em suma, a taxa financiamento imobiliário Itaú é de 7,45% e o contrato assinado com o banco inclui o pagamento do MIP e do DFI que comentei anteriormente.

É possível fazer a composição de renda?

A composição de renda é muito comum para solicitação de um financiamento quando a renda de uma das partes é baixa para a compra de um determinado imóvel ou quando o imóvel solicitado possui um valor no qual as parcelas comprometem mais do que o permitido da renda bruta.

De fato, no caso do financiamento imobiliário Itaú é possível fazer a composição familiar com outra pessoa sim.

No caso dos casais, para que a renda do cônjuge entre na soma, é necessário serem formalmente casados ou estarem em união estável.

Para os solteiros, a composição de renda pode ser feita com qualquer outra pessoa desde que a mesma não seja casada ou esteja em união estável com outra pessoa.

Você pode utilizar o seu FGTS

Caso você esteja pensando em financiar o seu imóvel pelo Itaú e está em dúvida se pode utilizar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, pode sim.

Para imóveis localizados em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e no Distrito Federal, o FGTS pode ser utilizado para aquisição de imóveis no valor de até novecentos e cinquenta mil.

Para imóveis em outros estados o valor máximo do imóvel deve ser de até oitocentos mil reais.

O uso do FGTS pode ser utilizado tanto como entrada para o seu financiamento, quanto para diminuir o valor das parcelas que você estará pagando.

Taxas e outras despesas do financiamento imobiliário Itaú

As parcelas do seu financiamento são atualizadas mensalmente com base no percentual da Taxa Referencial, a TR e é acrescido ao valor pago por você a taxa administrativa do contrato.

Hoje está em vinte e cinco reais.

Uma desvantagem do financiamento imobiliário Itaú é que não é possível que o cliente faça uma simulação no próprio site da instituição.

Ou seja, depende de terceiros para isso.

Informações gerais sobre o financiamento imobiliário Itaú

O financiamento imobiliário Itaú se divide em dois um tanto quanto diferentes entre si.

O primeiro deles é o financiamento imobiliário Itaú com amortização constante.

Nesse primeiro as parcelas começam a apresentar queda desde o início do contrato.

Além disso, os valores pagos por você são menores com o passar do tempo.

De fato, a segunda opção é o financiamento imobiliário com amortização mista.

Nele as parcelas iniciais são mais altas e a partir do trigésimo sétimo mês as parcelas começam a apresentar redução.

Em ambos os casos, a taxa de juros é determinada unicamente com base no perfil do cliente e pode variar de um para o outro.

No primeiro, os imóveis podem ser financiados de doze a até trezentos e sessenta meses.

No segundo, o financiamento tem o tempo determinado entre quarenta e oito meses a até trezentos e sessenta meses igualmente.

Gostou de saber mais sobre o financiamento imobiliário Itaú?

Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

Por Rafael Mansberger – Especialista em crédito – @rafaelmansberger – E-mail: [email protected]

Recomenda

Últimas