Anúncios

Tudo sobre PIX: O novo método de pagamento do Banco Central

Anúncios O Pix é o novo sistema de pagamentos instantâneos criado pelo Banco Central. Sua proposta é ser um meio […]

Novo meio de pagamentos do Banco Central, Pix deve estar disponível a partir de novembro | Click Riomafra
Fonte: Google
Anúncios

O Pix é o novo sistema de pagamentos instantâneos criado pelo Banco Central. Sua proposta é ser um meio de pagamento mais seguro, competitivo e rápido. O Pix já está em funcionamento em todo Brasil, desde 16 de novembro deste ano e promete facilitar muito a vida da população. Acompanhe a gente esse artigo até o final e você ficará por dentro de todas as informações necessárias e importantes sobre o Pix.

 

O que é o pagamento Pix?

O Pix é um novo meio de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central, que vai ser uma nova opção ao lado de TED, DOC e cartões para pessoas e empresas fazerem transferências de valores, realizarem ou receberem pagamentos. Com o Pix, as pessoas e empresas poderão fazer essas transações em menos de 10 segundos, usando apenas aplicativos de celular.

Na prática, entre suas várias funcionalidades, ele permite fazer transferências e pagamentos em até dez segundos, sendo que essas transações podem acontecer 24 horas por dia, em todos os dias do ano, inclusive nos finais de semana e feriados.

A palavra não é exatamente uma sigla. Segundo o BC, a marca Pix vem da junção de três conceitos: tecnologia, transações financeiras e pixel (esse último uma unidade de representação visual).

O cadastro é obrigatório?

Não, nem pessoa física, nem jurídica tem a obrigação de se cadastrar no Pix, mas todas as instituições financeiras com mais de 500 mil clientes foram obrigadas pelo Banco Central a implementar o sistema e oferecê-lo como opção aos seus clientes. De qualquer forma, o cadastro é recomendado pelo Banco Central, já que o objetivo é popularizar o sistema em larga escala e vale muito a pena!

Como fazer transações com o Pix?

Para fazer o cadastro no PIX, não é preciso fazer o download de nenhum aplicativo novo. É só ir até ao aplicativo ou site do banco que você tem conta corrente e clicar em PIX, que com certeza é um botão novo e em grande destaque por lá. E mesmo tendo só conta poupança, ele funciona em qualquer tipo de conta transacional, ou seja, uma conta que permita enviar e receber dinheiro e a poupança se encaixa nessa classificação.

Na hora de fazer uma transação – como pagamento ou envio de dinheiro -, o Pix vai aparecer no aplicativo como uma das opções para concluir a operação, ao lado da TED ou DOC, por exemplo. Basta escolher o Pix que a operação será feita pelo Pix. Empresas poderão oferecer o Pix como forma de pagamento aos seus clientes por meio de um QR Code também, é super simples e prático! E lembrando, é GRATUITO!

Pix e segurança:

Por serem transações mais rápidas, para o usar o Pix, é recomendado o máximo de atenção para que seja feito da forma correta e para que você evite ter transtornos posteriormente.
De qualquer forma, o Banco Central garantiu a população que o Pix conta com o mesmo nível de segurança de outras transações similares existentes no mercado, como a TED e o DOC. Os bancos e instituições financeiras também serão responsáveis pela segurança do sistema e aplicarão camadas extras em seus domínios a fim de evitar falhas de sistema, fraudes e prejuízos financeiros aos clientes.

Quer saber mais dicas de segurança com o Pix?
EU QUERO

Vanessa Gomes

por

Vanessa Gomes