Anúncios

O Impacto na Saúde dos Brasileiros Com a Crise Econômica

Desemprego elevado, incertezas na política e na economia e cobranças excessivas têm aumentado o estresse da população e comprometido a saúde mental e física de todos.

Anúncios

O desiquilíbrio financeiro é um agravante em nosso país. Primeiro porque ela faz com que muitas pessoas acabem se afundando em dívidas, e segundo porque ele pode afetar a saúde dos brasileiros.

Fonte: Google

Essa tem sida a realidade de muitos brasileiros por causa da crise financeira de nosso Brasil, muito fizeram despesas ou gastos que não conseguiram arcar depois de algum tempo.

Mas como saber o real impacto de toda essa crise financeira na saúde da população brasileira?

As respostas apontam para alguns problemas alarmantes. Entre eles estão, a grande incidência de doenças crônicas, dificuldades de acesso a serviços de saúde, comprometimento da saúde mental, aumento do estresse e de suicídios, abuso excessivo de álcool e drogas.
E todas essas respostas vieram de estudos sobre o impacto da crise econômica sobre a saúde da população. Como vimos um resultado desastroso. Acompanhe!

O que esperar para o Brasil daqui a alguns anos?

Se hoje vemos um quadro desestabilizado economicamente, com muitas pessoas se afundando em dívidas por causa da crise que assola o país, e assim sendo afetadas diretamente.
Paramos para pensar o que será do povo brasileiro daqui a alguns anos, o que devemos esperar de nosso país? Já que a pobreza e as desigualdades sociais têm tomado conta nos últimos tempos.
Para isso são importantes os programas, ações e planos de governo que ajudam a amenizar a situação financeira de muitas pessoas, as tirando dos efeitos perversos da pobreza.
Essas ações do governo daqui a algum tempo pode ajudar na redução ou quase extinção de problemas fundamentais de nosso Brasil. Então podemos ter esperanças para o futuro. Outra esperança é o aumento do nosso querido salário mínimo, que entre outros fatores, também deve ser fonte de preocupação. Pois, a sua desvalorização tem sido gigantesca. Devemos esperar que o nosso salário mínimo seja aumentado para que as pessoas possam acompanhar a economia, cumprindo com todas as suas obrigações financeiras.

Considerações finais

Que os efeitos da crise sobre as condições de saúde da população são terríveis já sabemos, mas faltam estudos no Brasil para compreendê-las atuando mais diretamente sobre esses efeitos.
Não temos informações concretas ou oficiais de como estão as pessoas que perderam seus empregos nos últimos tempos, de como elas fazem para pagar seus aluguéis, ou o que acontece com a vida dessas pessoas. Programas que ajudem os brasileiros a se recolocarem no mercado de trabalho e a preservarem a renda são fundamentais, e precisam ter continuidade para que os brasileiros sofram menos impacto no bolso e na saúde.

Por Rafael Mansberger – Especialista em crédito – @rafaelmansberger – E-mail: [email protected]

claytonferreira

por

claytonferreira