Anúncios

INSS: Beneficiários podem pedir revisão do salário, veja como.

Os beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) têm a chance de melhorarem os seus salários previdenciários. Este reajuste […]

Os beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) têm a chance de melhorarem os seus salários previdenciários. Este reajuste no valor do benefício pode ser feito através do pedido de revisão. Vamos te explicar como poderá ser feito.

Fonte: Google

A revisão do salário do INSS pode ser realizada de duas maneiras, a primeira é pela via administrativa e a segunda pela via judicial. O objetivo desta ação é atualizar o valor do benefício que pode ter sido concedido erroneamente.

Tratam-se de impasses quanto a erros no cálculo por parte do INSS, mudança na legislação, entre outros.

Mas é preciso ter em mente que este não é um procedimento simples e rápido, requer disposição e paciência por parte do segurado, pois o resultado pode levar anos para ser divulgado.

Revisão da vida toda

Este procedimento é chamado de revisão da vida toda, mas antes de ser iniciado o segurado precisa ter certeza de qual foi o método utilizado pelo INSS para estabelecer a concessão do salário previdenciário.

O procedimento é um pouco complexo e depende dos serviços de um advogado para ser executado.

Primeiro de tudo, é necessário ter em mãos a carta de concessão da aposentadoria enviada pelo INSS, além de ter conhecimento sobre o modelo de cálculo aplicado para chegar ao valor pago.

Tanto um documento quanto o outro são imprescindíveis para identificar todos os critérios utilizados pelo INSS e assim, saber a melhor estratégia para recorrer em uma ação.

Prazo para pedir a revisão do salário

O pedido de revisão do INSS deve ser feito dentro do período de dez anos contados a partir da data do pagamento da primeira parcela.

Existem duas alternativas nas quais é possível requerer a revisão do INSS sem precisar aguardar pelo prazo mencionado.

Trata-se da circunstância na qual o instituto negligencia a apuração de algum documento agregado ao processo administrativo.

Geralmente isso também acontece quando surge um documento desconhecido por ambas as partes, mas que é capaz de promover uma alteração significativa no valor do benefício.

No geral é preciso se atentar quanto aos prazos estabelecidos pelo INSS. Esse cuidado é necessário ao notar que muitos segurados têm a crença de que após o prazo de dez anos, o benefício é reajustado e elevado automaticamente.

Desta forma, a partir do momento em que o beneficiário decidir sobre o pedido de revisão do INSS, ele deve ter plena certeza de que a autarquia tem pagado o valor incorreto.

Por outro lado, se em meio a todo o processo for identificado que durante anos o segurado tem recebido um valor além do que realmente lhe é devido, a Previdência Social tem o direito de ser restituída por esta diferença.

Normalmente isso acontece porque o instituto não analisa somente o pedido de revisão do salário INSS, mas também outros detalhes como os anos de contribuição, documentos, ações, entre vários outros.

Existem vários motivos que levam o segurado dar entrada neste processo, podendo sofrer variações trabalhistas até a data de início do benefício.

Modelos de revisão do INSS

  • Revisão do teto;
  • Revisão de fato / Revisão após ação trabalhista;
  • Revisão do Buraco Negro;
  • Revisão do Buraco Verde;
  • Revisão da Vida Toda / Revisão da Vida Inteira;
  • Revisão da melhor Data de Início do Benefício (DIB).

→ LEIA TAMBÉM: Caixa SIM para negativados: A oportunidade para você ter seu cartão de crédito.

Vanessa Gomes

por

Vanessa Gomes