Publicidade

Confuso com a Linguagem Financeira? Fizemos um Dicionário Com os Termos Mais Usuais Que Você Precisa Conhecer!

Saber o básico da linguagem financeira é de suma importância para você entender melhor suas finanças e o que está ocorrendo no mercado financeiro com mais dominância do assunto. Vamos te ajudar!

Por:

Publicidade

Educação Financeira: o que é, importância e dicas - Blog FIA
Fonte: Google

A linguagem financeira, de fato é um tanto complicada, principalmente quando não se tem nenhuma noção sobre o tema.

Muitas pessoas não conhecem nada sobre finanças, e acabam se enrolando nessa hora.

Isso não é vergonhoso, já que não recebemos durante nosso período escolar nenhum tipo de educação voltada para esse tema, o que tem feito falta no ensino atualmente.

Pois, precisamos de pessoas que saibam lidar com o lado financeiro, isso ajudaria até mesmo na economia de nosso país, que anda tão desestabilizada.

Pessoas com uma boa educação financeira evoluem na vida e ajudam na economia do país.

Pensando nisso, preparamos um dicionário, com os termos mais comuns em linguagem financeira.

Se sempre teve dúvidas a respeito, acompanhe até o final, e nunca mais passe, apertos.

Dicionário de linguagem financeira, simplificado!

  • Rentabilidade: A rentabilidade abre o nosso dicionário com os termos mais usuais que você precisa conhecer, e ela se refere ao retorno que você tem sobre o investimento que foi realizado.
  • Carteira de ativos: A carteira de ativos é o conjunto de aplicações que uma pessoa possui.
  • Ações: Uma ação é uma pequena fração do capital social de uma empresa, ao investir em ações de uma empresa, você está adquirindo uma parte dela.
  • Alíquota: Uma alíquota é um percentual aplicado para calcular o valor de algum tipo de imposto, como o Imposto de Renda.
  • Amortização: É à redução de uma dívida baseada em pagamentos periódicos.
  • Taxa Selic: A Taxa Selic é a abreviação de Sistema Especial de Liquidação e Custódia. Ela é a taxa básica de juros do Brasil e a sua meta é definida pelo Copom.
  • CDI: Significa Certificado de Depósito Interbancário.
  • IPCA: É o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, é a partir dele que a inflação do país é medida.
  • Liquidez: É uma aplicação convertida em dinheiro para você sem que haja perda de valor.
  • Tesouro Direto: Esse termo tem sido muito comentado atualmente, muitas pessoas têm feito investimentos no tesouro direito, se trata de títulos emitidos pelo Tesouro Nacional.
  • Benchmark: Benchmark também tem sido um termo bastante usado no mercado financeiro, e não pode ficar fora de nossa lista. Significa a busca pelo que é considerado o padrão em qualquer tipo de prática.

Gostou do nosso dicionário de linguagem financeira?

Tinha dúvidas em algumas dessas palavras, ou ainda não é familiarizado com o mercado financeiro?

Continue acompanhando nossos conteúdos, e aprenda mais sobre o tema.

Por Rafael Mansberger – Especialista em crédito – @rafaelmansberger – E-mail: [email protected]

Recomenda

Últimas