Publicidade

Afundou no cheque especial? 5 dicas para se livrar da dívida

Muitas pessoas usam o cheque especial e acabam se enrolando financeiramente devido aos juros altos dele. Nesse artigo, vamos te dar todas as orientações necessárias de como se livrar dessa dívida!

Por:

Fonte: Envato
Publicidade

Como sair do cheque especial?

O cheque especial é uma linha de crédito pré-aprovada pelo banco e concedida ao cliente.

O saldo positivo na conta pode ser usado a qualquer momento pelo correntista e o limite é estipulado de acordo com os hábitos financeiros e a renda mensal do titular da conta.

Quando usado esse valor, a dívida é acrescida de juros e outras tarifas.

Com tantos benefícios, principalmente de dinheiro fácil na hora, a tentação de recorrer ao cheque especial é quase instintiva – ainda mais quando estamos apertados ou diante de um imprevisto de extrema urgência.

Acontece que, da mesma forma que os problemas são resolvidos como num passe de mágica, em pouco tempo você também terá que lidar com os fatos: juros e mais juros caso não quite sua dívida.

Quando você não organiza a sua vida financeira e não bola uma estratégia de “contenção de danos” nos próximos meses, as chances de você iniciar uma bola de neve são enormes, uma vez que os juros e outros encargos do cheque especial são considerados os maiores desse mercado, só ficando atrás do rotativo do cartão de crédito.

Como consequência, você poderá ver as suas dívidas saírem do controle em pouco tempo, e o que antes parecia ser a luz no fim do túnel se transformará em um problema ainda maior.

Como sair do cheque especial?

Se você está endividado com o banco porque usou o limite do cheque especial, calma que dá para sair dessa situação. A For Money listou algumas dicas que vão te ajudar a sair dessa dívida e colocar as suas finanças em dia.

1) Tente negociar com o banco

Estar com dívidas no cheque especial não é benéfico nem para você e nem para o banco.

Somado a esse incômodo, ainda há a questão de que quanto mais velha fica a dívida, mais cara ela fica.

Levando isto em consideração, avalie a possibilidade de conversar com o gerente da sua agência para tentar encontrar uma boa forma de quitar a dívida.

Você pode conseguir negociar juros menores ou até mesmo a opção de trocar a dívida por outra com juros mais baixos.

2) Recorra ao parcelamento do débito

Dependendo do valor da sua dívida com o banco, o parcelamento pode ser uma alternativa viável.

Dessa forma, você pagará uma quantia fixa mensalmente até quitar todo o débito.

No entanto, antes de optar por parcelar sua dívida, é importante analisar a sua vida financeira para saber quanto você conseguirá arcar por mês para evitar inadimplência e novos juros sobre o débito já existente.

3) Troque a dívida do cheque especial por outra com juros menores

No início, essa ideia pode parecer com a famosa frase “trocar o sujo pelo mal lavado”.

Mas não é bem assim que funciona e essa pode ser uma saída em muitos casos, principalmente se a sua dívida estiver fora de controle.

Como os juros do cheque especial são um dos mais caros do mercado financeiro, substituir esse débito por um empréstimo com juros menores (pessoal, consignado, etc.) pode te ajudar a colocar as suas finanças nos trilhos.

Além disso, a possibilidade de quebrar a sua dívida em pequenas parcelas fixas também te auxiliará a controlar melhor o seu orçamento pelos próximos meses.

4) Faça um planejamento financeiro

A maioria das pessoas que se afundam no cheque especial, nos cartões de crédito, nos empréstimos bancários e em diversas outras dívidas, fazem isso porque não sabem lidar com o próprio dinheiro.

Por isso, o primeiro passo para se livrar dos débitos pendentes é entender as suas finanças, controlar as suas entradas e saídas de dinheiro, onde é possível cortar ou reduzir gastos.

Essa etapa é fundamental se você quiser quitar suas dívidas e equilibrar a sua vida financeira.

5) Venda bens

A venda de bens materiais pode parecer uma ideia que você possa se arrepender depois, mas em muitos casos, mesmo depois de ter colocado em prática todas as dicas anteriores, pode ser a única opção para cumprir com a sua obrigação.

Um carro ou uma moto que tenha um alto custo mensal, por exemplo, pode ser o suficiente para quitar a sua dívida com o cheque especial.

Um computador parado e um celular a mais são desnecessários e podem te ajudar a sair da dívida.

Avalie o que você tem (com pouco uso ou supérfluo) que pode ser vendido e poste em sites de vendas, como o Mercado Livre e a OLX, ou até mesmo nas suas redes sociais.

Agora que você entendeu que é possível, sim, sair da dívida com o cheque especial, aproveite para colocar as dicas deste post em prática e recupere as rédeas das suas finanças.

Por Rafael Mansberger – Especialista em crédito – @rafaelmansberger – E-mail: [email protected]

Recomenda

Últimas