Anúncios

Tudo sobre leilões de veículos e imóvel e como arrematar o seu.

Neste artigo vamos mostra informações para você tirar todas as suas dúvidas sobre leilões e de como usar este modelo para compra veículos e imóvel.

Anúncios

Compra bens em leilão tem diversas vantagem. O comprador, além de encontrar produtos a preços abaixo do mercados, também tem a tranquilidade de investir em método seguro e transparentes.

Fonte: Google

Como funciona os leilão?

Os leilões é um método de venda publica que está possibilitando um grande número de pessoas interessadas em compra de bem. Ou seja, qualquer pessoa física ou de representação jurídica maior de 18 anos pode participar do evento.

Para comprar um bem, você deve ler o edital do produto que deseja, habilitar-se no site da empresa responsável e dar o seu lance.

Existe três tipos de leilões os presencial, online e misto. Todos eles funciona da mesma maneira quem der o maior lance estipulado vence a compra. A diferença deles é que uns acontece me espeço físico e outro pela internet.

Fonte: Google

Quando os itens vão a leilões, o vendedor (comitente) estabelece um valor mínimo para que ele seja vendido. O seu preço pode variar de 35% a 80% do seu valor de mercado. Dessa forma a dinâmica do leilão, o item pode ser arrematado em um valor abaixo do praticado no mercado, garantindo um lucro quando compra.

Como adquirir bens em um leilão?  

Muitas pessoal pode compra muitos bens em leilões, como vimos no início deste artigo. O processo é bem simples didático e rápido.

A maioria dos leilões estão acontecendo pela internet devido ao covid-19, em alguns casos é possível ir visitar o bem antes da compra, com finalidade de verificar as condições do produto. No caso visitação de imóveis, é preciso entrar em contato com a empresa responsável pelo leilão e agendar um dia para realização da visita, quando possível.

Na maioria das vezes os lotes ficam abertos para lances na plataforma antes mesmo do leilão acontecer, sendo mais fácil para dar lance antecipados.

Fonte: Google

Após arrematar um produto no leilão não é possível desistir do objeto arrematado, por isso é bom certificar se o produto arrematado é sim essencial para a sua necessidade.

Para a compra em um leilão os interessados deverão obrigatoriamente estar em regularidade fiscal perante a receita federal.

Para a compra de todos os lotes do leilão o comprador deverá apresentar cópia:

Se pessoa jurídica: CNPJ, Contrato social, (do representante da empresa RG e CPF ou CNH comprovante de residência).

Se pessoa física: RG e CPF ou CNH e comprovante de residência.

O que devo saber para arrematar um veículos?

Os arrematantes domiciliados deverá atender as exigência contidas na circulação 9995/13 do DETRAN bem como da resolução 362/2021 do CONTRAN cabendo aos mesmo responsabilidade e encargos para o de bloqueamento e emissão da 2ª via dos documentos.

Fonte: Google

O arrematante tem o prazo de até 8 dias uteis, contados da data do leilão, para promover a retirada do bem no local que encontra. Caso passe desse caso é cobrado uma taxa de R$ 50,00 (Cinquenta reais) por dia, a titularidade estendia em até o limite de 30 dias, a partir do qual se considerará que o arrematante renunciou ao bem arrematado, independente de notificação, para todos os fins de direto, sem prejuízo da cobrança e protesto do boleto correspondendo a estadia.

Chaves de rodas, macaco, triangulo, extintor, falta de chaves e manuais, etc… todos os débitos do veículo foram pagos até a data de transferência para o nome da seguradora. O arrematante obriga-se a efetivar a transferência deste veículo para o seu nome em 30 dias a contar da data da documentação. Responsabilizando civil e criminalmente por quaisquer ônus como: acidentes, infrações, multas, etc… ,  existindo restrição por PT (sinistro) a regularização será por conta do arrematante. Caso o número do motor físico informado desses lotes estejam divergentes no nº cadastrado no DETRAN (BIN) e estes não possuem queixar de furto, a regulação ficara por conta do arrematante, chassi amassado/ enferrujado se houver necessidade de remarcação, regularização ficará por responsabilidade e encargos por conta do arrematante.

A seguradora não se responsabiliza em pôr baixa de eventual bloqueio administrativo ou de emplacamento devido necessidade de troca das placas no modelo Mercosul, se haver a necessidade de fazer o novo emplacamento todos as despensas será paga pelo comportados.

O que devo saber para arrematar um imóvel?

Os lances são dados através do site e assim que arrematado um imóvel. Encerrando o leilão o participante que oferecer o maior lance deverá imediatamente realizar o deposito em favor do leiloeiro da totalidade do valor com o acréscimo de 5% referentes à sua comissão. O depósito em questão deverá ser feito mediante transferência eletrônica, de modo que esteja sujeito à compensação bancária, o numerário deverá estar disponível para o leiloeiro proceder ao depósito judicial do valor do lance no dia seguinte ao encerramento do leilão, nos termos do artigo 884, IV, do CPC.

Fonte: Google

Não sendo efetuado o depósito da oferta no prazo estabelecido ou o pagamento de sua comissão, o leiloeiro comunicará o fato ao MM. Juiz responsável, informando os lances imediatamente anteriores, para que sejam submetidos à apreciação judicial, sem prejuízo da aplicação de sanção prevista no art. 897 do CPC ao arrematante remisso. Além disso, arcará o arrematante remisso com todos os ônus e consequências de sua omissão, inclusive para a obtenção de novos documentos e ressarcimento das despesas para a realização da praça, além da multa de 10% sobre o saldo devido, em aplicação direta ou analógica do §4º, do artigo 895 do CPC.

O auto de arrematação somente será assinado pelo juiz de Direto responsável após a comprovação do pagamento integral do valor da arrematação e da comissão do leiloeiro.

Correrão por conta do arrematante todas as providências necessárias para a imissão na posse do imóvel bem como as despesas com transferência, incluindo taxas e emolumentos cartorários, além de outros débitos que incidir sobre o imóvel, excetuados aqueles quitados com o produto da presente alienação e os débitos tributários para cuja incidência e quitação se aplicam as disposições do artigo 130, parágrafo único do CTN.

Também serão do arrematante a responsabilidade e os custos de qualquer regularização que se fizer necessária perante os órgãos competentes, como a decorrente de eventuais divergências entre as informações contidas nos documentos oficiais e as apuradas “in loco” no imóvel.

Fonte: Google

Após iniciado o leilão com a publicação do edital, se as partes fizerem acordo ou o executado remir a dívida, será por este devido ao leiloeiro a importância correspondente a 2% (dois por cento) do valor da avaliação do bem objeto do leilão, para ressarcimento de todos os encargos havidos em razão do certame, considerados custas processuais ao teor do artigo 826 do CPC.

A expropriação prevista neste edital é regida pelas disposições contidas no Código de Processo Civil, no Prov. CSM 1625/2009 ou naquele que vier a substituí-lo, bem como na Resolução 236 do CNJ.

Pelo presente edital fica(m) o(s) executado(s) supracitado(s), bem como seu(s) cônjuge(s), se casados for(em), intimado(s) da designação supra, caso não localizado(s) para intimação pessoal

Para participar dos leilões clique no botão abaixo.

QUERO SABER MAIS

Igor

por

Igor