Publicidade

Financiamento estudantil medicina: como conseguir?

Por:

Publicidade

financiamento estudantil medicina
Fonte: Google

Sabemos que o curso de medicina por meio de uma instituição particular é se não o mais caro, sem dúvida alguma um dos mais caros cursos de graduação que temos em nosso país.

Por conta dos altos valores cobrados pelas instituições particulares e como uma forma de democratizar o acesso é possível solicitar um financiamento estudantil medicina.

Você sabe como fazer isso? Vamos descobrir juntos?

Passar no curso de medicina por uma instituição pública é o sonho de todo estudante interessado no curso, mas as poucas vagas são concorridíssimas, o que torna a chance de entrar muito pequena.

Para não passar anos e anos se preparando em cursinhos igualmente caros, alguns candidatos optam por realizar o financiamento estudantil.

Eles acreditam que uma vez formados a renda de um médico é elevada e com ela é possível tanto pagar o financiamento quanto as necessidades da vida adulta.

Hoje é possível ingressar em uma excelente instituição particular através do financiamento estudantil e eu vou te mostrar como.

SAIBA MAIS

Conhecendo primeiramente o financiamento estudantil

Antes de falarmos um pouco especialmente do financiamento estudantil medicina vamos falar do assunto no macro.

O financiamento estudantil existe como uma forma de facilitar o acesso à educação atuando como agente facilitador para aqueles candidatos que por ventura não podem arcar hoje com o valor da mensalidade.

Não é um programa exclusivo ou especial para os cursos de medicina, pelo contrário. Por meio do financiamento o estudante pode conseguir se matricular em todo e qualquer curso desde que claro, o curso e a instituição que o oferece atendam aos requisitos exigidos pela instituição financeira que está realizando o financiamento.

O crédito estudantil medicina acaba se destacando porque como mencionei no início as parcelas para esse curso são especialmente elevadas.

Isso acaba levando um número maior de candidatos a se interessarem pelo financiamento.

Na prática, o estudante ao obter o financiamento paga mensal ou trimestralmente (tudo dependente do acordo firmado com a instituição financeira) o valor corresponde ao que não foi financiado acrescido de taxas administrativas e ademais.

O restante do que seria o valor da sua parcela é integralmente pago pelo banco ou responsável pelo financiamento.

Somente após um período de carência após o término da graduação o candidato começa a realizar o pagamento mensal das parcelas do seu financiamento.

Agora que já falamos um pouco sobre o financiamento estudantil vamos conversar especialmente sobre o curso de medicina, ou seja, as alternativas para quem deseja ingressar no curso de medicina usando do financiamento para a cobertura das parcelas.

Crédito Estudantil Medicina: como obter?

A maneira atualmente mais conhecida para obtenção de um financiamento com condições de pagamento interessantes é o Fies, ou Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior.

A sua criação é datada de 1999 mas ele foi instituído em 2001.

Apesar de ser a alternativa mais lembrada quando pensamos em financiamento e de fato apresentar excelentes condições de pagamento, atualmente as regras para obtenção do financiamento tem se tornando mais difícil, além da concorrência elevada.

De modo geral, para se candidatar é necessário manter a matrícula ativa em uma instituição de ensino particular.

Mas a mesma e igualmente o seu curso devem constar como bem avaliados pelo MEC.

Além disso, é preciso que a instituição aceite o financiamento pelo Fies, algumas não aceitam essa modalidade de pagamento.

Por conta das dificuldades de obtenção do Fies, existem atualmente inúmeras outras opções.

Algumas dessas opções bem interessantes do ponto de vista econômico.

Financiamento privado medicina: quando considerar?

Se você não conseguiu passar em uma universidade federal gratuita e não conseguiu aprovação depois de algumas tentativas para financiar o pagamento do curso pelo Fies talvez seja hoje de considerar um financiamento privado medicina.

Se a instituição de ensino tem uma parceria com algum banco, você conseguirá realizar o financiamento do seu curso com custos também interessantes e atrativos.

Possivelmente mais elevados do que o Fies, mas ainda sim viáveis.

Independente de financiar o seu curso, seja ele de medicina ou não, se atenha a todas as cláusulas do contrato.

É ele que regulamentará toda a relação entre vocês, o banco e você como estudante e solicitante do crédito.

Assim como no Fies, o estudante ao optar pelo financiamento privado medicina tem o início do pagamento atrelado ao término da graduação.

Após formado, o estudante ainda conta com um tempo de carência, definido no momento de contratação do seu financiamento para o início do pagamento.

Financiamento estudantil medicina pela própria universidade

Mesmo não sendo muito utilizada, temos essa outra modalidade de financiamento.

Mas não são muitas as instituições de ensino que trabalham com o financiamento próprio.

Nesse caso, é a própria instituição que negocia o financiamento com o estudante sem a intermediação de um banco ou financiadora.

Assim como o Fies, o financiamento próprio está disponível para todos os cursos que a universidade que o oferece quiser.

Para o candidato é fundamental pesquisar muito caso opte pelo financiamento próprio da instituição. Isso porque, o valor e as condições de pagamento podem variar muito de uma instituição para outra.

SAIBA MAIS AQUI

Recomenda

Últimas